Page 1
Galeria

BMF’s blackbook collab

Dá o confere nas contribuições que viemos juntando ao longo desses anos, com a participação de vários writers que estão no corre das tintas e representam o verdadeiro graffiti. VIDA LONGA E MUITA TINTA A GERAL QUE FORTALECE!

Vídeo

Painel Manifesto Contra a Repressão aos Pixadores- DilúvioBH

Fomos convidados pela crew do Dilúvio para organizarmos juntos um manifesto contra a forma que a #‎pixação tem sido julgada em BH, ficamos perplexos como um simples ato de jogar tinta sobre tinta tem sido levado tão a sério pela justiça. Quem dera fosse assim também com os verdadeiros crimes ambientais que acontecem a todo momento. O que vemos dia após dia é uma justiça que só arrebenta pro lado mais fraco, que pune apenas pessoas que não são ricas e não vestem colarinho branco.
Mas não estamos aqui querendo justificar um crime menor com um maior, mas sim fazer com que as pessoas percebam que o ato de pixar vai muito além do spray na parede, ela já virou um estilo de vida, e que com ele se formam muitas amizades.
Por isso convidamos dois graffiteiros que vieram da pixação e atuantes no vandal, Error e Kesa que além de representarem muito bem a essência do #‎graffiti‬ / ‪#‎pixo , fizeram um live paint durante o evento com o foco nessa problemática.
ERROR‬: terrorista dos trilhos, camarada atuante no graffiti ferroviário e vandal muito focado na diversidade de estilos e letras diferentes.
SAKE: muleque zica das letra, com uma influência forte da nova escola de SP e Nova York, esse camarada é peso pesado no quesito throw-up e representação de personas.

O evento contou também com um Live painting dos camaradas RAMAR, DeAbreu e Lucas Torres feito em uma KOMBI, a cena ficou loka viu pai.

Confira agora o vídeo que acabamos de soltar:

#RealGrapixoNãoéCrime  #SupportYourLocalVandals

Vídeo

Promo Video – Keep #BMFing

Chega mais que tem vídeo PROMO na área. A idéia básica desse vídeo é retratar o significado do verbo, expressão: #BMFing.

Apresentando os camaradas:
Rafael Bemiefi, Thiago Lessa, Daniel Pádua, Pepe Laporte, Rafael Mourão, Marcos Diniz, Bruno Mendes, Fabrice Klaus, ERROR, Mike Sears.

Satisfação camaradas, Shred Hard and Always Ride Safe.

Another PROMO video about the definition of the verb #BMFing.

We are different. We are a community.
We share a point of view and a commitment to the one thing that make us who we are — freestyle riding. We don’t need a gold medal, overprice product, or a season pass to have fun. We ride with our friends in backyards, in the streets, in the mountains, seas and wherever we can spread the shred. We make sacrifices to live this way because it feels like there is no other choice.

This life isn’t for everyone
When you are ready, we want you to join us.

ARE YOU SHREADY?

Nota

Teaser | festival Dilúvio NA RUA!

Para quem estiver em BH no dia 20 de Agosto de 2016, confira:

É com imenso prazer que apoiamos mais um Dilúvio, festival que já está em sua terceira edição e vem formando sua identidade sempre fortalecendo os artistas independentes e a cultura de rua local. Assim como a edição passada, essa também será na rua e de graça; daquele naipe que a gente mais gosta:


“A cidade é um universo em construção. Corpos se transformam e resignificam nos lugares. Lugares transformam quando em contato com corpos.

Entendendo a Barragem Santa Lúcia como um lugar de possíveis encontros, convidamos todas e todos para (con)viver nesse espaço, com uma programação pra todos os públicos!

Tomado pela importância do cenário artístico belorizontino, o Festival Dilúvio surgiu como uma ferramenta: de reunião, divulgação; de troca autônoma, festa e estética. Entre as áreas da arte, o festival promove o encontro da música com o pixo, a pintura e o grafite; todo campo que merece o devido respeito.
Com mais de 12 horas de atrações, a primeira edição levou duas mil pessoas pra prestigiar as novas produções da cidade: live painting, rock, música instrumental, rap, afrobeat foram algumas das atrações que marcaram o Dilúvio. Com a intenção de projetar artistas locais e formar público em torno da cultura na cidade, e realizado sem patrocínio ou leis de incentivo, a ideia é mostrar que, independente de qualquer crise ou velhos modelos de financiamento, é possível – e necessário – produzir cultura e mobilizar as pessoas com esse propósito. “

13738089_1124627020963331_7830558371278041474_o

Festival Dilúvio na rua 20/08/16

VAMOS PROMOVER E MOVIMENTAR A ARTE NA RUA

Dia: 20/08/2016 ás 14h até 22h na Barragem Santa Lúcia / São bento.